This site best when viewed with a modern standards-compliant browser. We recommend Firefox Get Firefox!.

Linux-HA project logo
Providing Open Source High-Availability Software for Linux and other OSes since 1999.

USA Flag UK Flag

Japanese Flag

Homepage

About Us

Contact Us

Legal Info

How To Contribute

Security Issues

This web page is no longer maintained. Information presented here exists only to avoid breaking historical links.
The Project stays maintained, and lives on: see the Linux-HA Reference Documentation.
To get rid of this notice, you may want to browse the old wiki instead.

1 February 2010 Hearbeat 3.0.2 released see the Release Notes

18 January 2009 Pacemaker 1.0.7 released see the Release Notes

16 November 2009 LINBIT new Heartbeat Steward see the Announcement

Last site update:
2018-06-18 09:01:15

Projeto High-Availability Linux

O objetivo básico do projeto High Availability Linux é:

  • Prover uma solução de (clustering) de alta disponibilidade que promova confiabilidade e robustez, disponibilidade e continuidade na prestação de serviços (do inglês RAS - reliability, availability, and serviceability), por meio de um esforço de desenvolvimento de comunidade.

O projeto Linux-HA é largamente difundido e constitui um importante componente de muitas soluções interessates de Alta Disponibilidade. Figura entre as melhores soluções de software para HA (Alta Disponibilidade). Estima-se que atualmente existam mais de trinta mil instalações desta solução em ambientes de missão crítica. O projeto está em atividade desde 1999 e o interesse por ele cresce continuamente. Estas página recebem em média 20.000 acessos por dia e ocorrem mais de 100 downloads do Heartbeat por dia.

O Heartbeat é distribuído como parte integrante das distribuições SUSE Linux, Mandriva Linux, Debian GNU/Linux, Ubuntu Linux, Red Flag Linux, e Gentoo Linux. Ultra Monkey, e os sistemas embarcados de várias outras empresas também baseiam-se nele. Apesar do projeto chamar-se Linux-HA, o software é extremamente portável e funciona nos sistemas FreeBSD e Solaris, e de tempos em tempos, até mesmo no !MacOS/X e no OpenBSD.

Já foram escritos muitos artigos e vários capítulos em livros dedicados a este projeto e ao software gerado por ele. Consulte a página PressRoom para obter maiores detalhes.

O projeto Linux-HA é comparável a sistemas comerciais similares àqueles descritos nas análises de funções e características de clusters RAS de D. H. Brown em 1998 ou Março de 2000. A nova versão do projeto, série da versão 2, traz tecnologias e funções que se igualam ou mesmo superam as de muitos sistemas comerciais de HA. Um guia de primeiros passos com a versão 2 está disponível aqui. Você vai surpreender-se.

Foram adicionados elementos para uma integração mais avançada a ferramenta de replicação de disco em tempo real DRBD. Também segue o bom trabalho em conjunto com o projeto LVS (Linux Virtual Server). A expectativa é que se continue colaborando com estes projetos no futuro ja que os objetivos são complementares. Existe uma página com sites de referência para oferecer alguns exemplos, do mundo real, de como grandes e pequenas organizações têm usado o Heartbeat em produção. Adições a esta página são bem-vindas - e bastante visitadas.

O Heartbeat é o carro chefe na implementação do padrão Open Cluster Framework(OCF).

O que Linux-HA pode fazer hoje

O Heartbeat atualmente suporta um modelo sofisticado de dependência para um cluster n-nodos e é extremamente útil e estável. Como exemplos de aplicações típicas, podemos citar:

  • Servidores de Banco de Dados
  • Aplicações de ERP
  • Servidores Web
  • Servidores LVS (balanceamento de carga)

  • Servidores de Mail
  • Firewalls
  • Servidores de Arquivos
  • Servidores DNS
  • Servidores DHCP
  • Servidores de Proxy Caching
  • Aplicações Específicas
  • etc.

O Heartbeat é usado em praticamente todos os segmentos de mercado, indústrias e em organizações de todos os tamanhos.

Para obter uma lista de alguns usuários com sistemas em produção, visite os sites de referência.

Leia também o guia de primeiros passos para mais detalhes sobre instalações da versão 2.

Veja Também

Heartbeat